sexta-feira, 28 de novembro de 2008

"Nem" ser.

O simples respirar"nem" ser profundo
o tênue arfar apesar de oculto.
Deveria bastar para eu "nem" ser só! Um vulto.
Poderia "nem" ser só! E te encontrar.

Oculto o tênue bastar, para "nem" ser só simples
apesar de vulto, só ser profundo!
"Nem" respirar poderia, ser simples
deveria bastar.

Ricardo Kersting

4 comentários:

Tatiana disse...

Olá,
Recebi seu comentário toda, toda!
Obrigada pela visita e volte sempre.
Estava olhando suas esculturas. Sempre me sinto limitada diante das artes visuais. Por ai eu transito pisando em ovos e admiro quem consegue fazer arte desta forma.
Lindo!
Parabéns!

Ricardo Kersting disse...

Tatiana
No que refere ao teu amigo aqui,
podes pisar nos ovos, desde que
não sejam os meus!
Odeio ovo esmagado!
Luz Pati!

cammile disse...

Querido Ricardo ,

Sua obra é uma inspiração para a alma !

O Mármore torna-se vivo em suas mãos , os dorsos e as formas nos remetem aos arquétipos femininos mais profundos .

São de expressão singela, porém mística dos deleites da carne .

Personagens míticos e fortes como Lilith que em sua força do feminino desafiou a Adão tornam-se presentes na obra pulsante do artista.

Ricardo Kersting é um grande artista , de arte madura de 30 anos de luta na classe artística que irão ser muito bem comemorados em 2009 !

Meus parabéns !

Um abraço da amiga ,

Cammile Lobo Klein

Fundadora da ArtWave , galerista e produtora cultural

Ricardo Kersting disse...

Cammile
Parafraseando Arnaldo Sison "sou tão feliz que sorrir não basta" eu digo sou tão grato que agradecer não basta.
Um grande abraço minha querida